Notícias

31 de Outubro de 2017

Prêmio de Jornalismo Mariangela Iop de Oliveira tem inscrições abertas até 16 de novembro

As inscrições para o Prêmio de Jornalismo Mariangela Iop de Oliveira 2017 estão abertas até o dia 16 de novembro. Essa iniciativa do Sindicato do Comércio da Região de Chapecó (Sicom) visa incentivar a produção jornalística e premiar reportagens produzidas nos meios acadêmico e profissional. A temática central do prêmio neste ano, aproveitando o centenário do município, é "Chapecó 100 anos e a Evolução no Comércio Regional".

Podem participar, de forma individual, profissionais jornalistas que atuam nos meios de comunicação dos municípios do Oeste de Santa Catarina, compreendendo os segmentos de jornais, revistas, portais de notícias e emissoras de rádio e televisão e profissionais freelancers, desde que sejam formados em Jornalismo ou possuam o registro profissional de jornalista e residam na região de abrangência. Também podem inscrever-se acadêmicos dos cursos de Jornalismo localizados no Oeste Catarinense.

Os interessados podem conferir o regulamento completo do Prêmio de Jornalismo Mariangela Iop de Oliveira no site www.sicom.com.br, no link publicações legais. A inscrição pode ser feita pessoalmente na secretaria do Sicom, na Av. Getúlio Vargas 1.748-N, Condomínio Cesec, em Chapecó-SC, ou via Sedex.

As reportagens - inéditas ou publicadas -, produzidas no decorrer deste ano para o formato de jornalismo impresso ou online, devem conter até 6.500 caracteres de texto. Precisam ser acompanhadas de fotos e podem incluir no conteúdo, a critério do autor, recursos jornalísticos como antetítulo, subtítulo, intertítulo e box, além de infográficos, tabelas e gráficos, prevendo a utilização de duas páginas de jornal no formato tablóide.

A iniciativa tem o apoio dos cursos de Jornalismo da Celer Faculdades e da Unochapecó. O prêmio para a reportagem jornalística que classificar-se em primeiro lugar será um fim de semana, com acompanhante, no Sesc Pousada Rural, em Lages.

EXTRA COMUNICA - Hugo Paulo Gandolfi de Oliveira-Jornalista/MTE4296RS - 31/10/17