Notícias

11 de Setembro de 2020
Economia

Em Chapecó, combustíveis estão mais caros

No mês de agosto, Chapecó registrou aumento no preço médio dos combustíveis. De acordo com levantamento que avalia a evolução nos preços, realizado pela área de Pesquisa do Sindicato do Comércio da Região de Chapecó (Sicom), o custo médio por litro subiu no mês passado na gasolina comum, no diesel comum e no etanol se comparado a julho.

Na gasolina o preço médio ao consumidor subiu 1,18%, para R$ 4,040, ante os R$ 3,993 averiguados em julho. Ao comparar o preço médio da gasolina comum com o mesmo período do ano passado, o preço caiu 1,03% em Chapecó.

Já o preço do litro do diesel avançou 0,98%, chegando a R$ 3,188 no mês passado. Em julho, era vendido a R$ 3,157. Foi o terceiro aumento seguido do preço da gasolina e do diesel nos postos. Ao comparar com o mesmo período do ano passado, Chapecó registrou a maior redução de preço no diesel, em 9,15%, se comparado as outras cidades analisadas.

Quanto ao litro do etanol, que vinha em queda desde março, no mês de agosto chegou a R$ 3,434, com aumento de 0,44%, se comparado a julho, quando o preço médio foi de R$ 3,419. Com relação aos preços do etanol no mês de agosto de 2019, Chapecó teve a quarta maior queda no período, de 3,73%, se comparado as outras cidades.

Os dados foram coletados entre os dias 3 e 6 de agosto pelo Sicom Pesquisas, com a participação do curso de Ciências Econômicas da Unochapecó. São originados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), considerando o período de julho e agosto de 2020 e agosto de 2019 em 20 cidades catarinenses.
 

EXTRA COMUNICA – Hugo Paulo Gandolfi de Oliveira-Jornalista/MTE4296RS – 11/09/2020