Notícias

4 de Setembro de 2020
Horário

Confiança do consumidor cai em Chapecó

Após o registro de três altas, o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) em Chapecó apresenta queda neste mês de setembro. É de 1,34% e indica a baixa de 72,74 pontos para 71,77. Em relação ao desempenho do índice no mesmo período do ano passado, há redução de 24,05%.

Dados coletados via online pelo curso de Ciências Econômicas da Unochapecó, em conjunto com a área de pesquisa do Sindicato do Comércio (Pesquisas Sicom), envolveram a manifestação de 98 mulheres e 60 homens de diversas faixas etárias e classes de renda, entre os dias 17 e 27 de agosto. As maiores variações positivas foram na classe de renda inferior a R$ 2 mil (13,57%) e com mulheres (12,50%), enquanto as negativas estão representadas pelo grupo masculino (11,33%) e pelos consumidores com renda entre R$ 2 mil e R$ 4 mil (1,80%).

Para a responsável pelo levantamento do ICC, professora Cássia Heloisa Ternus, a queda na confiança dos consumidores reforça o cenário de incerteza e oscilação econômica. Cita fatores como a possibilidade de corte no auxílio emergencial, substituição do programa Bolsa Família pelo Renda Brasil e o teto dos gastos públicos. Explica, ainda, que a preocupação com o Covid-19 “parece ter influenciado menos as decisões dos consumidores do que no mês anterior”. A maior parte dos respondentes indicou menor preocupação com a pandemia neste mês: 34,2%.

Outros dados

Em setembro o Índice de Condições Econômicas (ICE) registra 68,89 pontos, com variação negativa de 3,83% em relação ao mês passado. Já o Índice de Expectativas de Consumo (IEC) chega a 73,53 pontos, com variação de 0,15% e é o único que apresenta elevação, mostrando que os consumidores estão mais confiantes em relação aos próximos meses e anos. Quanto ao Índice de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (IEIC), com 122,31 pontos, há variação negativa de 10,49%.

O gasto médio identificado foi de R$ 450,28. Já nas compras pela internet chegou a R$ 134,91.

EXTRA COMUNICA – Hugo Paulo Gandolfi de Oliveira-Jornalista/MTE4296RS – 4/09/2020