Notícias

29 de Outubro de 2018
Prêmios

Comércio atacadista regional, destaque na economia, tem concurso de reportagem

Termo derivado do latim “commercium”, a atividade econômica do comércio compreende a segmentação do varejo e do atacado. Em ambas, envolve a compra e a venda de bens e serviços, ou seja, a transação que inclui trocas e geração de emprego e renda na atividade socioeconômica. Há cinco anos a atuação do segmento do comércio é tema de concurso de reportagem promovido pelo Sindicato do Comércio da Região de Chapecó (Sicom), com o apoio dos cursos de Jornalismo da Celer Faculdades e da Unochapecó. Neste ano, o tema central do Prêmio de Jornalismo Mariangela Iop de Oliveira tem a pauta "O comércio atacadista no Oeste Catarinense e sua amplitude".

Para contextualizar a importância do segmento, a Divisão de Pesquisa e Estatística do Sindicato do Comércio (Sicom Pesquisas) realizou levantamento em bases de dados sobre as empresas que atuam no ramo do atacado na mesorregião Oeste de Santa Catarina. Esses indicativos podem servir de base para jornalistas e estudantes de Jornalismo que desejarem participar do concurso de reportagem, que tem inscrições abertas até 12 de novembro e o regulamento está no endereço www.sicom.com.br, link Publicações Legais.

Para concorrer ao prêmio, que compreende troféu específico em bronze e mármore, criado pelo artista plástico Xiko Bracht, um smartphone e a publicação da reportagem vencedora no jornal Mais Sicom, as reportagens podem ser inéditas ou já publicadas. Entre as abordagens que podem ser feitas, estão: a história do comércio atacadista no Oeste Catarinense; casos de empresas do setor com maior significado; expressão econômica e social do comércio atacadista regionalmente; e tendências que o comércio atacadista regional apresenta em termos de perspectivas, inovações, gestão e tecnologia.

Os dados
Entre os números levantados pelo Sicom Pesquisas, com base em dados do Ministério do Trabalho e Emprego (Rais estabelecimentos, 2017), está a existência de 1.422 estabelecimentos que atuam no comércio atacadista em 117 municípios da região Oeste. Entre os principais municípios, Chapecó possui o maior número de atacadistas – 376. Em seguida estão: Xanxerê – 81; Caçador – 63; Concórdia – 62; Videira – 52; São Miguel do Oeste – 49; e Joaçaba – 42. 

Quanto ao número de trabalhadores formais, também em 117 municípios, a pesquisa levantou dados do Ministério do Trabalho e Emprego (Rais vínculos, 2017), relativos ao que foi totalizado em 2017. No final do ano passado o setor de atacado empregava em Chapecó 4.092 trabalhadores formais. Em seguida o levantamento mostra os municípios de: Joaçaba – 747; Videira – 637; Xanxerê – 498; Cordilheira Alta – 431; e Palmitos – 425.

O levantamento envolveu, ainda, a especificação das 100 empresas que atuam no comércio por atacado na região Oeste de Santa Catarina. Elas estão em setores como: alimentícios em geral; material elétrico; ferragens e ferramentas; máquinas e equipamentos; materiais de construção; defensivos agrícolas, adubos, fertilizantes e corretivos do solo; peças e acessórios para veículos; máquinas e equipamentos para usos comercial, industrial e agropecuário; carnes e derivados; produtos de higiene e limpeza; alimentos para animais; leite e laticínios; roupas; artigos do vestuário e acessórios; bebidas; frutas, legumes e verduras; artigos de escritório e de papelaria; pneumáticos; máquinas, equipamentos para terraplenagem, mineração e construção; artigos de cama, mesa e banho; cosméticos e produtos de perfumaria; suprimentos para informática; chocolates, confeitos, balas, bombons e semelhantes; produtos siderúrgicos e metalúrgicos.

EXTRA COMUNICA - Hugo Paulo Gandolfi de Oliveira-Jornalista/MTE4296RS - 29/10/18