Notícias

29 de Setembro de 2021
Economia

COMERCIANTES CHAPECOENSES ESPERAM CRESCIMENTO NAS VENDAS PARA O DIA DAS CRIANÇAS

O Dia das Crianças se aproxima e com ele a expectativa em relação às vendas pelo comércio. Para saber o que esperam os comerciantes chapecoenses relativamente ao Dias das Crianças e avaliar os resultados do movimento registrado no Dia dos Pais, foi realizado levantamento em Chapecó pela área de pesquisa do Sindicato do Comércio. Entre os dias 14 e 22 de setembro, foram ouvidos 50 comerciantes pelo Sicom Pesquisas.

            Com relação à expectativa para o Dia das Crianças, 86% dos entrevistados indicam ser de boas vendas, enquanto 12% esperam que pelo menos permaneçam iguais às do período das entrevistas, enquanto para 2% as vendas podem piorar. Em média, a expectativa é que as vendas cresçam neste período sazonal em 26,88%. Com relação ao movimento do Dia das Crianças do ano passado, a expectativa de 83,3% dos entrevistados é de que as vendas agora sejam melhores, enquanto 12,5% acreditam que serão iguais e 4,2% consideram que ficarão abaixo. Em média, os comerciantes esperam resultados 28,66% superiores em 2021.

            Sobre ofertas ou promoções para o Dia das Crianças, 74% dos comerciantes entrevistados afirmaram que têm planejamento preparado para a data. Outros 20% não planejaram nada e 6% disseram ter possibilidades, mas ainda não decidiram o que fazer.

            Conforme o relatório do Sicom Pesquisas, o Dia das Crianças dá a partida para as ações de vendas de fim do ano. É a primeira data sazonal do último trimestre, seguindo-se a Black Friday em novembro e o Natal em dezembro. De acordo com alguns comerciantes ouvidos, dependendo do ramo do comércio praticado o dia consagrado à criança representa uma prévia do Natal, que é a principal data comercial. Por isso, é aguardada porque dá a largada na sazonalidade dos três meses finais do ano.

RESULTADO DO DIA DOS PAIS

Sobre os resultados das vendas no Dia dos Pais, 76,2% dos entrevistados afirmaram terem  sido boas e 23,8% consideraram ruins. O ticket médio foi de R$ 230,17. O menor ticket médio indicado foi de R$ 35,00 e o maior de R$ 2.500,00, enquanto os valores que mais se repetiram foram de R$ 100,00 e R$ 150,00.

O levantamento também indica que as vendas do último Dia dos Pais superaram as do ano passado para 51,3% dos respondentes. Para 17,9% os resultados foram iguais e 30,8% indicaram que em 2020 as vendas foram melhores. Pesquisa de expectativa realizada antes da data mostrou que 89,6% dos entrevistados esperavam vendas melhores e 8,3% pelo menos iguais e apenas 2,1% acreditavam em movimento menor neste ano. 

EXTRA COMUNICA – Hugo Paulo Gandolfi de Oliveira-Jornalista/MTE4296RS – 29/09/2021