Notícias

2 de Julho de 2019
Pesquisas

Chapecoenses gastaram menos em compras do Dia dos Namorados, revela Sicom Pesquisas

O Dia dos Namorados é a terceira maior data para o comércio durante o ano, perdendo apenas para o Natal e o Dia das Mães. Diversos tipos de produtos são vendidos, fazendo a data ser relevante mediante considerável incremento de vendas no comércio. Após o Dia dos Namorados foram realizadas em Chapecó as pesquisas de Avaliação do Consumidor e Resultado de Vendas, em ação conjunta do Sindicato do Comércio (Sicom) e da Federação do Comércio de Santa Catarina (Fecomércio).

Conforme indicado na pesquisa de Resultado de Vendas, os chapecoenses tiveram gasto médio de R$ 169,11 com as compras de Dia dos Namorados. Esse valor registra queda sobre os R$ 174,10 gastos em 2018, ou seja, de R$ 4,99 a menos.

O levantamento questionou quanto ao pagamento das compras. Conforme apontado pela maioria dos chapecoenses entrevistados, 26,5% optaram por pagar à vista no cartão de débito, seguindo-se o pagamento à vista no cartão de crédito, em 24,5%, e à vista em dinheiro, em 22,4%. Outro indicativo foi a realização de pesquisa de preços por parte dos consumidores, considerada baixa por parte de 63% dos empresários chapecoenses entrevistados, enquanto 19% consideraram que foi alta.

Avaliação do consumidor

Segundo a pesquisa quanto à avaliação do consumidor, em âmbito estadual 75,9% dos catarinenses entrevistados efetivaram de fato as compras que desejavam para as compras de Dia dos Namorados. Entre os itens questionados sobre o atendimento, a maior pontuação foi para a agilidade no atendimento, com 9,10, seguida pela clareza das informações, com 9,09, enquanto a cordialidade do atendente recebeu 9,05 pontos. Em termos de atendimento como um todo, houve boa avaliação, atingindo a nota de 9,08.

Já no questionamento sobre decisão de compra, os pesquisados avaliaram os atributos de produto, preço, praça e promoção. Diante disso, foi constatado que para as compras de Dia dos Namorados, o atributo que mais influenciou os consumidores catarinenses na decisão de compra foi o produto, conforme nota de 9,43, seguido pela praça, com 9,23, preço com 7,77 e a promoção, com 5,54.

Outro aspecto levantado foi o questionamento se os consumidores encontraram os presentes pretendidos, com o objetivo de identificar se o comércio manteve estoques abastecidos e buscou oferecer diversidade de produtos. Segundo os dados, os consumidores tiveram êxito em suas compras, conforme 86,2%. Apenas 10,3% declararam não ter encontrado os presentes desejados e 3,4% encontraram parcialmente.

EXTRA COMUNICA - Hugo Paulo Gandolfi de Oliveira-Jornalista/MTE4296RS - 2/07/19