Notícias

15 de Dezembro de 2021
Economia

CESTA DE NATAL ESTÁ MAIS CARA NESTE ANO PARA OS CHAPECOENSES

A cesta de produtos natalinos teve aumento significativo em Chapecó. Segundo levantamento realizado pelo curso de Ciências Econômicas da Unochapecó, juntamente com o Sindicato do Comércio da Região de Chapecó, através do Sicom Pesquisas, o preço médio é de R$ 356,39, 15,09% mais cara do que no ano passado, quando o custo foi de R$ 309,65.

Esse levantamento, realizado nos dias 1, 2 e 3 de dezembro, compara os preços de produtos que tradicionalmente são utilizados para a preparação da ceia natalina. A cesta natalina é formada por 24 mercadorias, como aves e outras carnes, bebidas, castanhas, frutas em calda, frutas secas, panetones e chocolates.

Na comparação com a cesta de Natal do ano passado, a maior variação ocorreu agora no frango temperado, com a elevação de 66,97%, atingindo o valor médio de R$ 22,48 por quilo, ante R$ 13,46 em 2020. Na sequência aparece o peito de frango, com aumento de 45,17% e custo médio que foi de R$ 15,02 em dezembro do ano passado para R$ 21,80 agora. Já o chester aumentou em 32,64%, chegando ao valor médio de R$ 27,39, ante R$ 20,65 registrados há 12 meses. Quanto à principal variação negativa, foi de 25,01%, registrada no arroz parboilizado, com custo médio que caiu de R$ 6,18 para R$ 4,63 por quilo.

MAIORES OSCILAÇÕES

O levantamento Unochapecó/Sicom Pesquisas também apresenta as mercadorias com maiores oscilações entre preços máximos e mínimos, com base nos diversos estabelecimentos pesquisados. Os mais significativos foram o espumante, em 139%, com variação entre R$ 20,99 e R$ 50,21, o panetone de frutas, em 77%, entre R$ 11,82 e R$ 20,96, e o chocotone simples, em 74%, encontrado com custo entre R$ 12,32 e R$ 21,45. 

EXTRA COMUNICA – Hugo Paulo Gandolfi de Oliveira-Jornalista/MTE4296RS – 15/12/2021