Notícias

17 de Agosto de 2017
Pesquisas

Cai pelo segundo mês consecutivo número de famílias endividadas em Chapecó

Carnês são apontados como vilões do endividamento dos chapecoenses

De acordo com a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência dos Consumidores (Peic), realizada pelo Sindicato do Comércio da Região de Chapecó (Sicom) em parceria com a Federação do Comércio de Santa Catarina (Fecomércio/SC), o endividamento das famílias chapecoenses registrou no mês de julho a segunda queda consecutiva. O índice passou de 43,2%, registrados em junho, para 41,9% em julho. Mesmo assim, esse índice é maior do que o registrado em julho de 2016, quando foi de 32,3% em Chapecó.

Os dados coletados em julho passado registram que, mesmo com contas a pagar, 68,3% dos chapecoenses entrevistados não estão com seus pagamentos atrasados. Possuem contas em atraso 12,8%.

Quanto às condições para quitar as dívidas, 65,4% dizem não ter meios, atualmente, de efetuar o pagamento, enquanto 19,2% afirmam que conseguem pagar totalmente as dívidas. Perguntados sobre o tempo para quitar suas dívidas, 65,4% afirmaram que irão realizar os pagamentos após 90 dias. Outros 23,1% devem efetuar o pagamento até 30 dias.

Motivo das dívidas

As dívidas estão relacionadas a carnês, conforme 57,3% dos entrevistados, e para outros 45,2% as contas são motivadas pelo cartão de crédito, enquanto 29% possuem débitos devido ao financiamento de casa. Por serem dívidas de longo prazo, 64,8% indicam que levarão mais de um ano para quitá-las. 

EXTRA COMUNICA - Hugo Paulo Gandolfi de Oliveira-Jornalista/MTE4296RS - 16/08/17