As mudanças no comportamento do consumidor que impactaram no varejo

As mudanças no comportamento do consumidor que impactaram no varejo

O brasileiro está lavando mais roupas, cozinhando mais e realizando mais reformas em casa. Esses foram alguns dos efeitos da pandemia no comportamento do consumidor, que se refletiram diretamente, também, nas vendas das empresas.

Em painel realizado nesta semana no Global Retail Show 2020, a head de Consumer Insighs da Electrolux, Natália Calixto, citou uma pesquisa que mostra que 70% dos brasileiros passaram a fazer mais tarefas domésticas nos últimos meses.

“Aspectos como praticidade e funcionalidade voltaram a ganhar espaço. As vendas de aspiradores de pó duplicaram, mesmo com as lojas fechadas”, afirma.

Além dos aspiradores – nesta categoria, o destaque especial foi dos robôs -, fritadeiras elétricas e purificadores de água também tiveram as vendas impulsionadas. Cerca de 30% dos brasileiros compraram algum eletrodoméstico desde o início da pandemia.

Mais roupa lavada

O hábito de cozinhar aumentou 34% nesses meses e o de limpar a casa, 33%. Logo em seguida, apareceram outras necessidades associadas à higiene, grande preocupação em tempos de coronavírus: 29% passaram a lavar mais louça e 23%, a lavar mais roupa.

Durante a pandemia, muita gente também decidiu colocar em prática planos antigos que tinham de reformar a casa ou alguns móveis, e que não tinham virado realidade antes por causa da falta de tempo.

“Um a cada cinco consumidores fez alguma melhoria em casa. Isso porque, se antes as casas eram usadas praticamente apenas como dormitórios, na pandemia, ela passou a ter mais atenção”, diz Natália Calixto.

Mega conveniência

O consumidor dando um novo significado ao lar também foi uma das impressões citadas pela co-fundadora da Shop2gether, Ana Isabel de Carvalho Pinto. Para ela, nos últimos meses os consumidores passaram, ainda, a valorizar a mega conveniência.

A Shop2gether pertence ao ICOMM Group, primeiro grupo de moda brasileira digital premium e de luxo do País. Neste ano, a empresa lançou um braço logístico próprio. Hoje, quem mora na capital paulista pode receber a compra no prazo de até seis horas.

Fonte: Mercado & Consumo, 17/09/2020

SICOM

O SICOM – Sindicato do Comércio da Região de Chapecó – atua como um importante aliado das empresas do comércio. Tem como foco principal o associado, por isso, trabalha com o propósito de coordenar, proteger e defender todas as atividades econômicas relacionadas ao comércio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *