Metade dos jovens brasileiros prefere comprar na loja física, mostra pesquisa

Metade dos jovens brasileiros prefere comprar na loja física, mostra pesquisa

Uma pesquisa da Adyen, plataforma de pagamentos, feita com jovens de 12 países mostrou que os brasileiros ainda estão apegados às lojas físicas. Segundo o levantamento, 48% das pessoas com idade entre 18 e 23 anos preferem comprar nas lojas físicas.

O indicador brasileiro fica acima da média mundial. Considerando Estados Unidos, China, Alemanha, Austrália e outros sete países, o número cai para 38% dos que preferem as compras nas lojas físicas.

Entre as principais descobertas da pesquisa Retail Reimagined está a adesão dos consumidores mais jovens a novas tecnologias mobile, principal meio de interação dos consumidores brasileiros com as marcas na hora de comprar. O estudo mostra que a geração Y (entre 24 e 38 anos) é mais digital.

Os Y têm alta adesão a compras via smartphone (78%), aplicativos (64%) e notebooks (74%). Enquanto isso, os mais jovens se mostram menos propensos ao uso de recursos mobile. Os smartphones são usados por 70% dos Z. Já aplicativos têm adesão de pouco mais da metade da Geração Z: 56%.

A Geração Y também se mostrou mais adaptada a novas tecnologias móveis. Smartwaches e alto-falantes inteligentes, como os da linha Echo, da Amazon, são usados por um terço dos jovens da faixa etária.

Para a Adyen, a explicação para adesão menor dos mais jovens está na entrada recente no mercado de trabalho. Como consequência disso, um dos pontos observados é a sensibilidade aos preços. Em contraponto, a Geração Y, mais consolidada financeiramente, valoriza mais a identidade pessoal com as marcas.

Checkout

Um consenso entre todos os consumidores parece ser a exigência por praticidade e conveniência na experiência de compras: 7 entre 10 já desistiram de adquirir produtos na loja devido à espera em filas. A Geração Z é mais propensa a não só abandonar a compra (35%), mas desistir completamente de adquirir aquele produto específico, independentemente do canal.

O imediatismo da geração Z também é visto no e-commerce: 71% já abandonaram o carrinho por encontrar dificuldades técnicas para completar a transação e 60% já desistiram de comprar no online por não encontrar seu método de pagamento preferido, que pode incluir carteiras digitais e compra em um clique.

Tanto em lojas físicas quanto no e-commerce, essa demanda é atendida com métodos de pagamento mais rápidos, como aqueles por aproximação. Revelou-se que 1 em cada 5 entrevistados com idade entre 18 e 34 anos preferem efetuar compras com métodos de pagamento por aproximação. Destes, os da geração Z (18 a 23 anos) são os que mais utilizam essas ferramentas, com 11% optando por cartões por aproximação no terminal, contra 9% dos respondentes totais.

Esse hábito de consumo abre possibilidades para estratégias de venda de Unified Commerce, prática em que o lojista oferece produtos e serviços de forma integrada entre diversos canais. A pesquisa revela ainda que nos últimos seis meses, 56% dos entrevistados decidiram adquirir um produto por encontrar a opção de compra multicanal. Entre os respondentes de 18 a 34 anos, esse número aumenta para 61%.

Fonte: Novarejo, 29/7/2019

SICOM

O SICOM – Sindicato do Comércio da Região de Chapecó – atua como um importante aliado das empresas do comércio. Tem como foco principal o associado, por isso, trabalha com o propósito de coordenar, proteger e defender todas as atividades econômicas relacionadas ao comércio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *