Custo de aquisição de clientes

Custo de aquisição de clientes

O fluxo de nutrição é uma ferramenta poderosa e eficiente para diminuir o custo de aquisição de clientes (CAC), educar seus potenciais clientes e fazer com que eles deem o próximo passo em direção à compra de maneira mais rápida.

Se feito de maneira errada ou não planejada, contudo, ele pode ter seus benefícios reduzidos ou desgastar sua marca com o cliente. Por isso, confira o que é um fluxo de nutrição e o que você precisa fazer para concluir essa missão com êxito.

O que é fluxo de nutrição? – Também conhecido como workflow, o fluxo de nutrição diz respeito ao envio contínuo e progressivamente aprofundado de e-mails para os clientes cadastrados em sua lista de contatos.

Essa é uma estratégia muito importante para o marketing de conteúdo, uma vez que educará seu potencial consumidor e fará com que ele dê o próximo passo dentro do funil de vendas. Caso você aplique o fluxo de nutrição com sucesso, isso fará com que você precise gastar menos tempo e esforço para convencer o cliente a comprar o seu produto.

Em um fluxo de nutrição, o objetivo final é a conversão do cliente. Ou seja, sua meta é transformar um contato em um lead. Para isso, é preciso enviar os materiais certos na hora certa e para as pessoas certas – jamais compre uma lista de e-mails, por exemplo. É imprescindível que os destinatários tenham autorizado o seu contato.

Para construir a sua própria lista de pessoas interessadas em receber os seus e-mails, utilize estratégias como o preenchimento de um cadastro para ter acesso direto ao vendedor ou ao download de um e-book, por exemplo. Caso você possua uma loja virtual, aqueles que já compraram de você também podem ser incluídos na lista.

Delimite seu público – Quando pensamos em um fluxo de nutrição, é essencial realizar uma segmentação bem definida a partir das personas. Para isso, é importante conhecer esse conceito. Uma persona é um cliente ideal semificcional (baseado em características comuns aos seus clientes reais) e serve para que sua empresa entenda melhor o seu público.

Esse conceito é importante, pois delimitará quais leads receberão determinada mensagem. Imagine que sua persona precisa saber como fazer uma boa gestão de suas redes sociais. Assim, enviar alguns e-mails com dicas de conteúdos e postagens para o Facebook da empresa dela pode ser uma ótima ideia, certo?

Tenha em mente que o conteúdo de seus e-mails precisa ser interessante e adequado ao estágio do funil de vendas em que aquele contato se encontra. Caso você se engane em algum desses quesitos, seu lead perderá o interesse nos e-mails que recebe e optará por não receber novas mensagens.

Para que você leve os usuários da lista ao último passo, é preciso gerar engajamento com o conteúdo e, assim, fazer com que o lead se mantenha em contato com você. Por isso, é necessário conhecer os seus clientes muito bem e criar conteúdos que sejam úteis para eles.

Defina um objetivo – Para que o seu fluxo de nutrição seja bem-feito, é crucial que ele tenha um objetivo. Normalmente, o fluxo é iniciado com o interesse em alguma oferta divulgada em uma página específica do seu site – também chamada de landing page.

Lembre-se que o lead deve estar conectado aos e-mails que recebe. Quem tem interesse em aprender sobre a criação de lojas virtuais, por exemplo, provavelmente não desejará ter informações sobre os cinco passos para comprar um bom imóvel.

                                                                                                                                                                                           Fonte: http://www.boxloja.com/blog/fluxo-de-nutricao-marketing

 

SICOM

O SICOM – Sindicato do Comércio da Região de Chapecó – atua como um importante aliado das empresas do comércio. Tem como foco principal o associado, por isso, trabalha com o propósito de coordenar, proteger e defender todas as atividades econômicas relacionadas ao comércio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *